Gráfica Nova Print

Cofundador do Twitter fala sobre empreendedorismo e inovação

“A verdadeira inovação acontece na sua rotina”

Para Jack Dorsey, cofundador do Twitter, escrever em até 140 caracteres pode contribuir para uma vida mais criativa. Em um evento realizado nesta quinta-feira (11/4), pela Fundação Getulio Vargas (FGV), em São Paulo, o empreendedor – que também é um dos criadores do Square, empresa de pagamentos móveis -, afirmou que a concisão faz com que o usuário pense mais rápido na hora de transmitir uma mensagem. “Restrições inspiram criatividade. Essa foi a principal razão para impor esse limite no Twitter.”

Durante o encontro, o empresário americano contou que, aos 13 anos, nunca tinha pensado em estudar programação para apenas se tornar um programador ou engenheiro. A ideia sempre foi tentar acompanhar tudo o que acontecia em sua cidade, em tempo real. Este mesmo objetivo, que levou à criação do Twitter em 2006, permanece como chave do sucesso da empresa até os dias de hoje.

Em uma conversa de uma hora com professores, estudantes e imprensa, Dorsey falou empreendedorismo, investimento, inovação e até mesmo sobre a sensação de ter sido transformado em personagem de história em quadrinhos. Confira os destaques do bate-papo abaixo.

O nascimento do Twitter
“Nós tivemos só duas semanas para desenvolver a plataforma. No início, a ideia era apenas compartilhar o que estávamos fazendo. Aos poucos, começamos a observar como as pessoas se comportavam. Quando recebi um tuíte sobre um terremoto em São Francisco – antes que ele atingisse o local onde eu estava – percebi o verdadeiro potencial do serviço. Com o tempo, a ferramenta foi se tornando mais precisa e noticiosa. Isso é algo fantástico. O Twitter permitiu que as pessoas se aproximassem a partir de assuntos e interesses em comum.”

Sobre o Vine (aplicativo de vídeo)
“É um novo formato de arte e expressão. Nossa equipe pesquisou intensamente sobre qual seria o tempo ideal para transmitir uma mensagem em vídeo. Assim chegamos aos seis segundos. Hoje em dia, parece que toda a foto que eu vejo é entediante. Os vídeos oferecem uma percepção maior e melhor do que rodeia os usuários.”

Twitter X Facebook
“Não tenho medo do crescimento do Facebook. Acho que ele é ótimo para manter e cultivar círculos sociais. É uma proposta diferente da nossa. O Twitter se parece mais com aquela previsão do tempo que você checa diariamente. Ele concentra tudo o que acontece no mundo em tempo real, em diferentes esferas. O apelo social é apenas um aspecto da nossa rede. Nós somos muito mais do que isso.”

IPO
“Só falamos sobre isso quando os jornalistas nos perguntam. O IPO é um evento para capitalizar o crescimento de uma empresa. Deveria ser um marco de um negócio, não o objetivo final.”

Square: um novo jeito de vender
“Diálogos e vendas são baseados em dinâmicas de relacionamento parecidas. Trocar objetos é algo que surgiu antes da própria comunicação verbal. Mas em algum momento da história, esse processo se tornou muito abstrato e impessoal. O objetivo do Square é trazer o comércio de volta para o âmbito social. Queremos que o consumidor compartilhe informações sobre compras, histórias e negócios sem precisar tirar o celular do bolso.”

Modelo de negócio
“Demoramos para definir uma estratégia de monetização pois queríamos chegar a uma solução que se integrasse perfeitamente à estrutura do Twitter. Nossos produtos patrocinados estão indo muito bem no mercado, em diferentes países. Acredito que encontramos um modelo de negócio fantástico”

Brasil
“Fiquei bastante impressionado com o conhecimento dos brasileiros sobre tecnologia e a disposição dos empreendedores ao risco. Estou ansioso para ver como os usuários irão compartilhar as informações sobre os grandes eventos que acontecerão aqui nos próximos anos.”

Revoluções sociais
“A tendência é que as mídias sociais sejam cada vez mais usadas como ferramenta de mudanças políticas e sociais. O próximo Gandhi ou Martin Luther King Jr. provavelmente está tuitando. Nosso trabalho é fazer com que essas mensagens cheguem a uma audiência que as considere relevantes.”

O que é inovação
“Programar inovação é difícil. O importante é se questionar permanentemente. Acredito que a inovação verdadeira acontece dentro da sua rotina normal. É apenas uma intersecção do seu dia a dia.

Empreendedorismo
“A verdadeira definição de empreendedorismo é assumir um risco significativo para realizar algo novo. Você pode fazer isso no seu trabalho ou na sua escola. Empreender é mais uma atitude do que uma carreira. Isso não está necessariamente ligado a abrir uma empresa. O mais importante é tirar a ideia do papel, esquecer as desculpas e apresentar o projeto para outras pessoas. Muitos dirão que você está no caminho errado. Mas é esse feedback que faz o negócio evoluir.”

Arrependimentos
“Não tenho grandes remorsos. Mas tivemos nossa parcela de erros. Desse modo, faria muita coisa diferente. No início do Twitter, nossa estrutura era pequena para o volume de informação que circulava na plataforma. Isso fez com que o serviço ficasse fora do por muitas vezes. Essa questão poderia ter sido mais bem resolvida desde o começo.”

Disrupção ou revolução?
“Muito se fala sobre disrupção no Vale do Silício. Isso é um grande equívoco. Disrupção é apenas mudar as coisas do lugar. Seria melhor focar em revoluções, que trazem essa mudança acompanhada de missão, valores e propósitos.”

Personagem de quadrinhos
“Era fã de quadrinhos na infância e fiquei muito surpreso em saber que tinha virado um personagem de HQ. Ainda não sei muito sobre a série, mas devo ter os superpoderes mais chatos da história.”

Fechar comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *